Get Adobe Flash player

Mapeamento Cerebral

O exame de Eletroencefalografia e Mapeamento cerebral é indicado especialmente para o estudo da epilepsia, crise convulsiva, e na perda da consciência de origem obscura (crise epileptiforme). O EEG,  como é conhecido,  é utilizado para diagnosticar a presença de qualquer tipo de distúrbio convulsivo, confusão, traumatismos cranianos, tumores cerebrais, infecções, doenças degenerativas e distúrbios metabólicos que afetem o cérebro. É também utilizado para avaliar distúrbios do sono e para investigar períodos de inconsciência. O EEG pode ser realizado para confirmar a morte cerebral em um paciente comatoso. Este exame é muito comum e normalmente solicitado em exames admicionais.

Como se preparar para o exame?

O cabelo deve ser lavado na noite anterior ao exame. Não se deve usar óleos, sprays ou loções no cabelo. O médico pode solicitar que a ingestão de certos medicamentos seja interrompida antes do exame. Evite alimentos que contenham cafeína nas oito horas anteriores ao exame. Algumas vezes é necessário dormir durante o exame, e por isso pode ser solicitado que reduza as horas de sono na noite anterior.

O que se sente durante o exame?

Não se sente nada durante o procedimento.

Quais são os riscos?

O procedimento é bastante seguro. Se você sofrer do distúrbio convulsivo, a convulsão pode ser disparada por luzes brilhantes ou pela hiperventilação. O médico é treinado para cuidar de você se isso acontecer.

Valores normais?

As ondas cerebrais possuem características, amplitude e freqüência normais.

O que significam os resultados anormais?

Os achados anormais podem indicar distúrbios convulsivos (epilepsia, convulsões), tumores cerebrais, abcessos cerebrais (infecções), traumatismos cranianos, encefalite (inflamação do cérebro), hemorragias (sangramento anormal causado por uma ruptura em um vaso sangüíneo), infarto cerebral (tecido morto por causa de um bloqueio do suprimento de sangue), narcolepsia (epilepsia do sono), doença de Alzheimer e morte cerebral.

Esse exame registra a atividade elétrica do córtex cerebral. A capacidade de gerar atividade elétrica é uma propriedade comum dos tecidos vivos. Através de eletrodos, colocados no couro cabeludo de maneira ordenada, registra-se as ondas cerebrais, que são enviadas a um aparelho onde os sinais são ampliados e enviados para um sistema computadorizado que transforma o sinal analógico em digital .

Uma das vantagens do aparelho digital é a flexibilidade na mudança das montagens, filtros, sensibilidade e base de tempo após o registro.

O armazenamento de dados no computador, a análise quantitativa e a criação de mapas de freqüência e de amplitude, são imprescindíveis para comparações estatísticas com valores normativos e diagnóstico discriminativo.


Lipoline